Páginas

sábado, 26 de setembro de 2009

GLORIFIQUE A DEUS

Será que você gostaria de saber o que Deus diz a respeito do louvor? Observe:

“O que me oferece sacrifícios de louvor (ações de graças) esse me glorificará”. Salmo 50:23.

Aquele que tem o “louvor” como uma simples participação nos cânticos na igreja não tem ainda a percepção plena do louvor como o salmista o exprime na citação acima. Para muitos cristãos, o “louvor” é apenas algo bastante emocional, de efeito “terapêutico”, que o prepara para a ministração da Palavra na igreja. O que nós estamos falando aqui sobre o louvor particular é algo bem diferente disso. O salmista chama esse louvor de “sacrifício”, ou seja; uma prática que nos custa algo.

Quando você está em apuros e a opressão de Satanás o cerca por todo lado e você não sabe o que fazer, não é fácil você elevar o seu coração em louvor a Deus. O espírito angustiado, a circunstância adversa, o confronto do inimigo não o incentivam a “render graças a Deus”. Mas, meu irmão, quando você, sem deixar se impressionar com a impossibilidade da circunstância, abre sua boca e louva a Deus e exalta o Seu Nome, esse ato seu é um “sacrifício” de fé e perseverança, sim, e o louvor verdadeiro nessa condição tem uma ação simplesmente extraordinária. Sabe qual é? Você glorifica a Deus. E será que você entende o que isso significa? No Antigo Testamento a palavra “glorificar” significa “carregar Deus de honras”. Que privilégio! Você e eu temos em nossas mãos (melhor dizendo em nossa boca) a possibilidade de “carregar Deus de honra” na terra. E como será que isso acontece?

Observe novamente o caso do rei Josafá, em 2 Crônicas 20.

“Vieram Josafá e o seu povo para saquear os despojos, e acharam entre os cadáveres riquezas em abundância e objetos preciosos; tomaram para si mais do que podiam levar, e três dias saquearam o despojo, porque era muito. Ao quarto dia se ajuntaram no Vale de Bênção, onde louvaram o Senhor; por isso chamaram àquele lugar Vale de Bênção, até o dia de hoje...

Veio da parte de Deus o terror sobre todos os reinos daquelas terras quando ouviram que o Senhor havia pelejado contra os inimigos de Israel”.(v.25-29).

Você já pensou alguma vez por que Deus não é mais exaltado na terra em nossos dias? Por que será que os homens por toda parte não têm o temor de Deus? É porque os cristãos vivem debaixo da opressão do inimigo ao invés de se levantarem com louvores e ações de graças que dão condições a Deus para manifestar o Seu poder na terra.

O salmista disse:

“Senhor, deveras sou teu servo ... oferecer-te-ei sacrifícios de ações de graça e invocarei o nome do Senhor” - Salmo 116:17.

Como Satanás fica contente quando ele consegue “privar” Deus do louvor e da glória que lhe são devidas!

Deus disse, irmão, que toda vez que você pratica o louvor, você O glorifica na terra. Será que entendemos isso? Talvez isso pareça ser algo muito simples. Uma prática tão fácil e insignificante, que seja difícil entendermos que é capaz de glorificar a Deus. Mas é a prática que Deus estabeleceu para nós, e ela dá resultados fantásticos e dá condições para Deus agir. No episódio com o rei Josafá, o povo levou três dias para levar a abundância do despojo.

E você, meu irmão, pode tornar a circunstância de confronto com Satanás em “Vale de Bênção” em sua vida.

Você pode carregar Deus de honras na terra e ao mesmo tempo folgar e deleitar-se com a abundância do despojo. De que maneira? Simplesmente oferecendo a Deus “sacrifício de louvor”(ações de graças). Temos de lembrar-lhe outra vez, meu irmão, que as coisas de Deus são muitíssimo simples. Observe como foi simples a prática de louvor no caso de Josafá:

“E ... (Josafá) ordenou cantores para o Senhor... (os quais) marchando à frente do exército, louvassem a Deus dizendo: Rendei graças ao Senhor, porque a sua misericórdia dura para sempre” - 2 Crônicas 20:21.

Será que pode haver algo mais simples do que isso? Não procure complicar as coisas, meu irmão, na sua prática particular; não formalize nada, seja simples e direto e dê graças ao Senhor Deus por tudo o que Ele tem feito por você. Louve-O e exalte-O da maneira mais simples possível. Deus será glorificado na simplicidade de sua prática, e você receberá o benefício de dar-lhe condições de reinar em suas circunstâncias e o livrar de todo mal.

Um comentário:

  1. olá...vim te oferecer o trofeu estatua de ouro e desejar uma semana abençoada

    ResponderExcluir