Páginas

quarta-feira, 15 de maio de 2019

terça-feira, 2 de abril de 2019

A CRUCIFICAÇÃO...

A crucificação foi inventada pelos persas em 300 a. C., e aperfeiçoada pelos romanos em 100 a. C., sendo aplicada nas diversas nações onde o Império se impunha. Confira os detalhes da morte de cruz a partir do ponto de vista MÉDICO, reunidos por Truman Davis:

1. É a morte mais dolorosa já inventada, excruciante!;
2. Era restrita inicialmente aos piores criminosos;
3. Jesus foi despojado de suas vestes que foram divididas entre os guardas romanos – Salmos 22:19 – “Repartem entre si as minhas vestes e sobre minha túnica tiram a sorte”;
4. A crucificação deu a Jesus uma morte lenta, extremamente dolorosa, agonizante;
5. Os joelhos foram flexionados a 45 graus e Jesus foi forçado a suportar seu peso com os músculos da coxa, e por não ser uma posição anatômica, em poucos minutos leva a cãibras nos músculos da coxa e panturrilhas;
6. O peso de Jesus estava todo em Seus pés, com os pregos cravados. Assim com o estiramento dos músculos dos membros inferiores, o peso do Seu corpo era transferido para os pulsos, braços e ombros;
7. Em alguns minutos após ser colocado na cruz, Seus ombros foram deslocados e alguns minutos mais tarde, Seus cotovelos e pulsos também se deslocaram;
8. O resultado deste deslocamento dos membros superiores levou a um alongamento de 22,8 cm em Seus braços, como se vê nitidamente no Santo Sudário;
9. Nas profecias há citações em Salmos 22:15 – “Como água sou derramado, deslocam-se todos os meus ossos”;
10. Após o deslocamento dos pulsos, cotovelos e ombros, o peso de Seu corpo sobre os membros superiores levou à tração do músculo peitoral maior em seu tórax.
11. A força da tração causou deslocamento da caixa torácica para cima e para fora. Seu tórax se manteve em posição respiratória de inspiração máxima e para poder respirar, Jesus requeria um esforço supremo de Seu corpo;
12. Para respirar, Jesus tinha que empurrar os pregos nos Seus pés para baixo, para poder levantar seu corpo permitindo que a caixa torácica se movimentasse para dentro e para fora para expirar o ar dos pulmões;
13. Seus pulmões estavam em posição constante de inspiração máxima. A crucificação é uma catástrofe médica;
14. Jesus não podia facilmente se mover em torno dos pregos pois os músculos de suas pernas, dobrados a 45 graus, estavam extremamente fatigados, com cãibras severas e numa posição anatomicamente comprometida;
15. Diferente do que se vê nos filmes sobre a crucificação, Jesus se movimentou inúmeras vezes na cruz, aproximadamente 30 cm, pois fisiologicamente se viu forçado a se mover para baixo e para cima para poder respirar;
16. Este processo de respiração Lhe causou uma dor excruciante e um absoluto temor de asfixia;
17. Na sexta hora da crucificação, Jesus estava cada vez menos capaz de suportar Seu peso e Suas pernas. Suas coxas e os músculos das panturrilhas se tornaram extremamente fatigados. Houve aumento do deslocamento dos pulsos, cotovelos e ombros, com elevação da parede do tórax, tornando Sua respiração mais e mais difícil, tornando-O severamente dispneico;
18. Os movimentos para cima e para baixo na cruz para poder respirar causaram dor intensa nos pulsos, pés, ombros e cotovelos deslocados;
19. Os movimentos se tornaram menos frequentes e Jesus se tornou extremamente exausto, mas o terror iminente da morte por asfixia forçou-O a continuar os esforços para respirar;
20. Os músculos dos membros inferiores evoluíram com cãibras intensas devido ao esforço para levantar as pernas com intuito de elevar Seu corpo e poder assim respirar, no comprometimento anatômico em que Se encontrava;
21. A dor dos nervos medianos dos pulsos, dilacerados, explodiam a cada movimento;
22. Jesus estava coberto de sangue e suor;
23. O sangue foi resultado da flagelação e o suor foi resultado de Seu violento e involuntário esforço para tentar respirar. Além disso, estava completamente nu e o chefe dos judeus, a multidão e os ladrões que estavam ao Seu lado, zombavam, blasfemavam e riam d’Ele, na presença de Sua mãe;
24. Fisiologicamente, o corpo de Jesus estava sendo submetido a inúmeros eventos catastróficos e terminais;
25. Como Jesus não conseguia manter uma ventilação adequada pelos pulmões, Ele entrou num estado de hipoventilação;
26. Seus níveis de oxigênio começaram a cair evoluindo para hipóxia, e devido à restrição dos movimentos respiratórios os índices de dióxido de carbono (CO2) começaram a se elevar levando à Hipercapnia;
27. O aumento dos níveis de CO2 estimularam o coração a bater mais rápido para tentar aumentar a entrada de oxigênio e a remoção do CO2;
28. O centro respiratório no cérebro de Jesus enviou mensagens urgentes aos Seus pulmões, para respirar mais rápido e Jesus começou a se tornar ofegante;
29. Seus reflexos fisiológicos faziam com que ele respirasse de forma profunda e involuntária, movimentando-Se para cima e para baixo na Cruz de forma rápida apesar da dor excruciante. Os movimentos agonizantes começaram em minutos, para delírio da multidão que d’Ele zombava, dos soldados romanos e do Sinédrio;
30. Contudo, devido ao cravamento de Jesus na cruz e o aumento da exaustão, Ele foi incapaz de aumentar a demanda de oxigênio para Seu corpo ávido por ar;
31. Os quadros de hipóxia e hipercapnia levaram o coração a bater cada vez mais rápido evoluindo para taquicardia;
32. Os batimentos cardíacos de Jesus cada vez mais rápidos, atingiram provavelmente 220 batimentos/minuto que é o máximo batimento possível para um ser humano;
33. Jesus não havia bebido nada nas últimas 15 horas, provavelmente desde as 18h da véspera e suportou uma flagelação que quase o levou à morte;
34. Ele sangrou por todo o corpo seguindo-se à flagelação, à coroação de espinhos, aos pregos em seus pulsos e pés e às lacerações que se seguiram ao espancamento e quedas;
35. Jesus já estava muito desidratado e sua pressão sanguínea começou a cair muito;
36. Sua pressão deveria estar provavelmente em 80/50;
37. Ele estava na primeira fase do choque, com hipovolemia, taquicardia, taquipneia e hiperhidrose;
38. Por volta de meio dia o coração de Jesus provavelmente começou a falhar;
39. Os pulmões de Jesus provavelmente começaram a se encher de liquido, causando edema pulmonar;
40. Este fato só serviu para aumentar sua respiração que já estava severamente comprometida;
41. Jesus estava em Insuficiência cardíaca e falência respiratória;
42. Jesus disse, “Tenho sede” porque Seu corpo estava clamando por líquidos;
43. Jesus estava desesperadamente necessitando de infusão venosa de sangue, plasma e líquidos para salvar Sua vida;
44. Jesus não podia respirar corretamente e foi lentamente se sufocando até a morte;
45. Neste momento provavelmente Jesus desenvolveu um hemopericárdio;
46. Plasma e sangue se acumularam no espaço que envolve o coração, chamado pericárdio;
47. Este líquido ao redor do coração causou um tamponamento cardíaco, impedindo também que o coração batesse corretamente;
48. Devido ao aumento da demanda do coração de Jesus e ao avanço do quadro de hemopericárdio, Jesus provavelmente sofreu uma ruptura cardíaca. Seu coração literalmente explodiu, e esta foi provavelmente a causa da morte;
49. Para retardar o processo de morte os soldados colocavam um pequeno assento de madeira na cruz, que permitiria a Jesus o privilégio de suportar Seu peso no sacro;
50. O efeito deste assento é que poderia levar até nove dias para morrer na cruz;
51. Quando os romanos queriam acelerar a morte, eles simplesmente quebravam as pernas da vítima, causando uma sufocação em minutos. Este proceder era chamado de crurifragium;
52. Às três horas da tarde, Jesus disse “Tetelastai”, que significa, “Está consumado”. E neste momento, entregou Seu espírito e morreu;
53. Quando os soldados vieram até Jesus para quebrar Suas pernas, Ele já estava morto. Nenhum osso de Seu corpo foi quebrado, em cumprimento à profecia (Salmos 34,21);
54. Jesus morreu após seis horas de agonia, da mais excruciante e terrível tortura já inventada;
55. Jesus morreu para que pessoas como você e eu pudéssemos ir para o Céu. Tudo isso ele sofreu para que através desse ato de aceitação de julgamento e dor aguda, pudesse ser uma ponte entre o Homem e Deus. É pedir muito reconhecer essa forma de amor pela humanidade?

terça-feira, 5 de março de 2019

PODER DO SOFRIMENTO (O)

Aleije-o e terás um Sir Walter Scott.

Tranque-o em uma sela e terás um John Bunyan.

Enterre-o na neve do Vale Forge e terás um George Washington.

Crie-o em pobreza extrema e terás um Abraham Lincoln.

Submeta-o a um amargo preconceito religioso e terás um Benjamin Disraeli.

Derrube-o com paralisia infantil e ele se tornará um Franklin D. Roosevelt.

Queime-o severamente em um incêndio escolar que os médicos digam que nunca andará novamente e terás um Glenn Cunningham, que estabeleceu o recorde mundial em 1934 ao correr uma milha em 4 minutos e 6.7 segundos.

Ensurdeça um compositor gênio e terás um Ludwig van Beethoven.

Que ele ou ela nasça preto em uma sociedade cheia de discriminação racial e terás um Booker T. Washington, uma Harriet Tubman, uma Marian Anderson ou um George Washington Carver.

Faça dele a primeira criança a sobreviver em uma pobre família italiana de 18 filhos e terás Enrico Caruso.

Deixe-o nascer de pais que sobreviveram aos campos de concentração nazista, paralise-o da cintura para baixo quando ele tiver quatro anos e terás um incomparável concertista de violino, Itzhak Perlman.

Diga que ele tem problemas de aprendizado, chame-o de “retardado” e descreva-o como ineducável e terás um Albert Einstein.

(Hewitt, James S, ed. Illustrations Unlimited. Wheaton, Illinois, Tyndale, 1988, p. 28-32)

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

DISTANCIAS E MEDIDAS


DISTANCIAS, MEDIDAS DOS TEMPOS BÍBLICOS!
MEDIDAS DE CAPACIDADE
PARA SÓLIDOS
Nome
Correspondente Bíblico
Proporção
Equivalente atual
Cabo (2Rs 6:25)
1/18 do efa ou 1/6 da medida
1/18
1 litro
GÔmer (Êx 16:16)
1/10 do efa
1/10
1,761
Alqueire ou Seá (2Rs 7:1), Chaliche (Is 40:12) e Medida* (Gn 18:6)
1/3 do efa
1/3
5,871
Efa (unidade báscia, Lv 19:36)
10 gômeres ou 1/10 do ômer
1
17,621
Leteque (Os 3:2, "um ômer e meio")
5 efas ou 1/12 do ômer
5
88,11
Coro (Ed 7:22) ou Ômer (Ez 45:11)
10 efas
10
176,21
* Em Apocalipse (6:6) a Medida (choinix) é igual a 1 litro.
PARA LíQUIDOS
Nome
Correspondente Bíblico
Proporção
Equivale atual
Sextário ou Logue (Lv 14:10)
1/12 do him
1/72
0,291
Him (Lv 19:36)
1/6 do bato
1/6
3,471
Bato (unidade básica, Is 5:10) e Cabo (Lc 16:6)*
1/10 do coro
1
20,821**
Coro (1Rs 5:11)
10 batos
10
208,21
* Outros consideram a metreta (Jo 2:6) também igual ao bato, mas é provável que a metreta tivesse 30 a 40 litros.
** Outros entendem que o bato tinha entre 30 e 34 litros.
MEDIDAS DE COMPRIMENTO
Nome
Correspondente Bíblico
Proporção
Equivalente atual
Dedo (Jr 52:21)
1/4 de quatro dedos
1/24
1,8 cm
Quatro Dedos* (Êx 37:12)
1/3 de palmo ou 1/6 do côvado
1/6
7,4 cm
Palmo** (Êx 28:16)
1/2 do côvado
1/2
22,2 cm
Côvado*** (unidade básica, Gn 6:15)
2 palmos
1
44,4 cm
Braça (At 27:28)
4 côvados
4
1,8 m
* Quatro Dedos é a medida da palma da mão (Êx 37:12) na base dos quatro dedos.
** Palmo é a distância entre a ponta dos dedos extremos com a mão espalmada.
*** Côvado é a distância entre o cotovelo e a ponta do dedo médio. O Côvado em Ezequiel (43:13) equivale a 51.8 cm, pois soma um côvado mais quatro dedos. Em conseqüência, a cana (Ez 41:8) equivale a 3,11 m, pois é igual a seis côvados de Ezequiel.
MEDIDAS DE DISTÂNCIA
Nome
Correspondente Bíblico
Equivalente atual
Tiro de pedra (Lc 22:41)
20 a 30 m
Tiro de arco (Gn 21:16)
100 a 150 m
Jornada de um sábado (At 1:12)
2.000 Côvados
888 m
Jornada de um dia (Gn 31:23)
30 a 40 km
Estádio romano (Lc 24:13)
185 m
Milha romana (Mt 5:41)
8 Estádios
1.479 m
MEDIDAS DE ÁREA
Jeira
Área que uma junta de bois pode arar em um dia,? mais ou menos um quarteirão quadrado com 50 m de lado, o que equivale a 2.500 metros quadrados (1Sm 14:14)
MEDIDAS DE TEMPO
Hora
1/12 do Dia e 1/12 da Noite; a extensão da hora variava de acordo com a estação do ano. As horas do Dia eram contadas a partir do nascer do sol e as da Noite, a partir do pôr-do-sol (Mt 20:3)
Vigília
Os israelitas dividiam a Noite em 3 Vigílias, sendo cada uma de 4 horas (Jz 7:19); os romanos a dividiam em 4 Vigílias, com 3 horas cada uma (Mt 14:25)
Noite
12 Horas, do pôr-do-sol até o seu nascer (Gn 7:4)
Dia
12 Horas, do nascer ao pôr-do-sol (Gn 7:44); 24 Horas, de um pôr-do-sol até o outro (Êx 20:8-11)
Semana
7 Dias, terminando com o sábado (Êx 20:10)
Mês
29 a 30 Dias, iniciando com a luz nova (Num 28:14)
Ano
12 Meses lunares (354 Dias; 1Cr 27:1-15). De três em três anos acrescentava-se um mês (pela repetição do último mês) para tirar a diferença entre os 12 meses lunares e o ano solar.
Fonte: http://maisjesus.net 

quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

A liturgia do culto de adoração a Deus

Introdução: A liturgia é o modo de conduzir o culto de adoração a Deus. É a ordem do desenvolvimento das partes que compõem a celebração da majestade divina. A pontualidade é imprescindível para um culto ordeiro e feliz. A reverência produz o clima para a unção do Espírito Santo se manifestar.

1 – A ORAÇÃO. Invocatória. Intercessória. Gratulatória. Penitente. E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração. Mt 21. 13. RC.

2 – A LEITURA BÍBLICA. Devocional. Básica para a mensagem. É errado ler textos muito longos no prelúdio do culto. Os Salmos são os mais propícios. Lucas narra: E, chegando a Nazaré, onde fora criado, entrou num dia de sábado, segundo o seu costume, na sinagoga e levantou-se para ler. Lc 4. 16. RC.

3 – OS CÂNTICOS. Congregacional. Coral. Conjuntos. Os louvores deverão ser reverentes e pontuais; nada de exagero no fator tempo. O salmista se expressou: Celebrai com júbilo ao Senhor, todos os moradores da terra. Servi ao Senhor com alegria e apresentai-vos a ele com canto. Sabei que o Senhor é Deus; foi ele, e não nós, que nos fez povo seu e ovelhas do seu pasto. Entrai pelas portas dele com louvor e em seus átrios, com hinos; louvai-o e bendizei o seu nome. Porque o Senhor é bom, e eterna, a sua misericórdia; e a sua verdade estende-se de geração a geração. Sl 100. RC.

4 – O TESTEMUNHO. Explanação sobre a salvação e bênçãos recebidas. O testemunho prolixo cria antipatia; o conciso é mais convincente. O curado de cegueira testificou: Uma coisa sei, e é que, havendo eu sido cego, agora vejo. Jo 9. 25. RC.

5 – AS CONTRIBUIÇÕES. Ofertas. Dízimos. Votos. É a hora da gratidão pelas graças recebidas; são os fatores sustentadores da obra de Deus. A receita bíblica é: Cada um contribua segundo propôs no seu coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria. II Co 9. 7. RC.

6 – A MENSAGEM. Pregação evangelística. Doutrina. Estudo bíblico. A autoridade do pregador está em sua vida piedosa diante de Deus. Pedro orientou: Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus. I Pd 4. 11. RC.

7 – O CONVITE. Para a decisão por Cristo. Para a reconciliação com Cristo. Para a entrega à obra específica. As ameaças sem fundamento não agradam a Deus. Jesus dizia: Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Jo 7. 37. RC.

8 – A BÊNÇÃO APOSTÓLICA. Invocação final. Reverente, e com voz clara, o pastor abençoará aos redimidos que retornam a seus lares. Paulo escreveu: A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com vós todos. II Co 13. 13. RC.

Conclusão: Não fazem parte da adoração: apresentação de visitantes, avisos, palavras de saudação por visitantes não crentes. Contribuem com a solenidade da liturgia: a reverência, o silêncio e a glorificação adequada. Andar no recinto de culto na hora da adoração atrapalha a atenção dos demais e é falta de educação. 


quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

VISLUMBRES DE UM CRIADOR...

O elefante é o único animal cujas pernas dianteiras se dobram para a frente. Por que? Porque de outra forma seria difícil para esse animal levantar-se, por causa do seu peso.

Por que os cavalos, para se erguerem, usam as patas dianteiras, e as vacas, as traseiras? Quem orienta esses animais para que ajam dessa maneira?

Deus. Esse mesmo Deus que coloca um punhado de argila no coração da terra, e, através da ação do fogo transforma-a em formosa ametista de alto valor. Esse mesmo Deus que coloca certa quantidade de carvão nas entranhas do solo, e, mediante a combinação do fogo e a pressão dos montes e das rochas, transforma esse carvão em resplandecente
diamante, que vai fulgurar na coroa dos reis ou no diadema dos poderosos!

Por que o canário nasce aos 14 dias, a galinha aos 21, os patos e gansos aos 28, o ganso silvestre aos 35 e os papagaios e avestruzes aos 42 dias? Por que a diferença entre um período e outro é sempre de sete dias?

Porque o Criador sabe como deve regular a natureza e jamais comete engano. Ele determinou que as ondas do mar se quebrem na praia à razão de 26 por minuto, tanto na calma como na tormenta. Aquele que nos criou pode também nos dirigir. Somente aquele que fez o cérebro e o coração pode guiá-los com êxito para um alvo útil.

A insondável sabedoria divina revela-se ainda nas coisas que poucos notam: A melancia tem número par de franjas. A laranja possui número par de gomos.A espiga de milho tem número par de fileiras de grãos. 0 cacho de bananas tem, na última fila, número par de bananas, e cada fila de bananas tem uma a menos que a anterior. Desse modo, se uma fileira tem número par, a seguinte terá número ímpar.

A ciência moderna descobriu que todos os grãos das espigas são em número par, e é admirável que Jesus, ao se referir aos grãos, tenha mencionado exatamente números pares: 30, 60, e 100. (1) Pela sua maravilhosa sabedoria e graça, é assim que o Senhor determina à vida que cumpra os propósitos e os planos dele. Somente a vida sob o cuidado divino está a salvo de contratempos.

Outro mistério que a ciência ainda não descobriu: Enormes árvores, pesando milhares de quilos, apoiadas em apenas poucos centímetros de raízes. Ninguém até agora conseguiu descobrir esse princípio de sustentação a fim de aplicá-lo em edifícios e pontes.

Mas há maravilha ainda maior. 0 Criador toma o oxigênio e o hidrogênio, ambos sem cheiro, sem sabor e sem cor,e os combina com o carvão, que é insolúvel, negro e sem gosto. 0 resultada porém, é o alvo e doce açúcar.

Esses são apenas alguns vislumbres de um Deus sábio e amoroso.Esse mesmo Deus que realiza tais maravilha no mundo que ele criou, pode também efetuar em nós um milagre ainda muito maior. Ele pode dar-nos um novo nascimento, fazendo novas todas as coisas.(2) Ele pode tomar nossa vida triste, inútil e insípida, e torná-la alegre, útil e plena de significado para a glória dele.

Portanto, não se desespere. Não importa quão grave seja a sua condição física, moral ou espiritual. O Senhor Jesus, que ontem e hoje é o mesmo, e o será para sempre"(3), só ele tem a última palavra.

Você pode experimentar um milagre! Tão somente creia nele, receba-o como seu único Senhor e Salvador, e coloque a sua vida nas mãos dele. A Bíblia diz:

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna"

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

VOCE SABIA...

• A Bíblia se divide em duas partes: Antigo Testamento e Novo Testamento. Tem 66 livros, sendo 39 no Antigo Testamento e 27 no Novo Testamento.
• O Salmo 119 tem, em hebraico, 22 seções de oito versículos. Cada uma das seções inicia com uma letra do alfabeto hebraico, de 22 letras. Dentro das seções, cada versículo inicia com a letra da seção.
• Que "o caminho de um sábado" era o caminho permitido no dia de sábado; a distância que ia da extremidade do arraial das tribos ao tabernáculo, quando no deserto, isto é, cerca de 1.200 metros.
• O capítulo 19 de II Reis é igual ao 37 de Isaías.
• No livro Lamentação de Jeremias, os capítulos 1, 2 e 4 têm versículos em número de 22 cada, compreendendo as letras do alfabeto hebraico. O capítulo 3 tem 66 versículos, levando cada três deles, em hebraico, a mesma letra do alfabeto.
• A menor Bíblia existente foi impressa na Inglaterra e pesa somente 20 gramas. Este fabuloso exemplar da Bíblia mede 4,5 cm de comprimento, 3 cm de largura e 2 cm de espessura. Apesar de ser tão pequenina, contém 878 páginas, possui uma séria de gravuras ilustrativas e pode ser lida com o auxílio de uma lente.
• A maior Bíblia que se conhece, contém 8.048 páginas, pesa 547 quilos e tem 2,5 metros de espessura. Foi confeccionada por um marceneiro de Los Angeles, durante dois anos de trabalho ininterrupto. Cada página é uma delgada tábua de 1 metro de altura, em cuja superfície estão gravados os textos.
• Vamos Ler a Bíblia ? A Bíblia contém 31.000 versículos e 1.189 capítulos. Para sua leitura completa, são necessárias 49 horas, a saber, 38 horas para a leitura do Velho Testamento e 11 horas para a do Novo Testamento. Para lê-la audivelmente, em velocidade normal de fala, são necessárias cerca de 71 horas. Se você deseja lê-la em 1 ano, deve ler apenas 4 capítulos por dia.
• Tradução: Você sabia que das 2.000 líguas e dialetos falados no mundo, cerca de 1.200 já possuem a Bíblia ou textos bíblicos traduzidos?
• O nome "Bíblia" vem do grego "Biblos", nome da casca de um papiro do século XI a.C.. Os primeiros a usar a palavra "Bíblia" para designar as Escrituras Sagradas foram os discípulos do Cristo, no século II d.C.;
• Ao comparar as diferentes cópias do texto da Bíblia entre si e com os originais disponíveis, menos de 1% do texto apresentou dúvidas ou variações, portanto, 99% do texto da Bíblia é puro. Vale lembrar que o mesmo método (crítica textual) é usado para avaliar outros documentos históricos, como a Ilíada de Homero, por exemplo;
• É o livro mais vendido do mundo. Estima-se que foram vendidos 11 milhões de exemplares na versão integral, 12 milhões de Novos Testamentos e ainda 400 milhões de brochuras com extratos dos textos originais;
• Foi a primeira obra impressa por Gutenberg, em seu recém inventado prelo manual, que dispensava as cópias manuscritas;
• A divisão em capítulos foi introduzida pelo professor universitário parisiense Stephen Langton, em 1227, que viria a ser eleito bispo de Cantuária pouco tempo depois. A divisão em versículos foi introduzida em 1551, pelo impressor parisiense Robert Stephanus. Ambas as divisões tinham por objetivo facilitar a consulta e as citações bíblicas, e foi aceita por todos, incluindo os judeus;
• A Bíblia foi escrita e reproduzida em diversos materiais, de acordo com a época e cultura das regiões, utilizando tábuas de barro, peles, papiro e até mesmo cacos de cerâmica;
• Com exceção de alguns textos do livro de Ester e de Daniel, os textos originais do Antigo Testamento foram escritos em hebraico, uma língua da família das línguas semíticas, caracterizada pela predominância de consoantes;
• A palavra "Hebraico" vem de "Hebrom", região de Canaã que foi habitada pelo patriarca Abraão em sua peregrinação, vindo da terra de Ur;
• Os 39 livros que compõem o Antigo Testamento (sem a inclusão dos apócrifos) estavam compilados desde cerca de 400 a.C., sendo aceitos pelo cânon Judaico, e também pelos Protestantes, Católicos Ortodoxos, Igreja Católica Russa, e parte da Igreja Católica tradicional;
• A primeira Bíblia em português foi impressa em 1748. A tradução foi feita a partir da Vulgata Latina e iniciou-se com D. Diniz (1279-1325).
• A primeira citação da redondeza da terra confirmava a idéia de Galileu, de um planeta esférico. Bastava que os descobridores conhecessem a bíblia. (Isaías 40:22)
• Davi, além de poeta, músico e cantor foi o inventor de diversos instrumentos musicais. (Amós 6:5)
• O tio e a tia de Jesus se tornaram "crentes" na sua pregação antes de sua crucificação. (Lucas 24:13:18, João19:25)
• O nome "cristão" só aparece três vezes na Bíblia. (Atos 11:26, Atos 26:28 e I Pedro 4:16)
• A "Epístola da Alegria" , a carta de Paulo aos Filipenses, foi escrita na prisão e as expressões de alegria aparecem 21 vezes na epístola.
• Quem dá aos pobres, empresta a Deus, e Ele lhe pagará. (Provérbios 19: 17)
• O trânsito pesado e veloz, os cruzamentos e os faróis acesos aparecem descritos exatamente como nos dias de hoje. (Naum 2:4)
• A mensagem através de "out-doors" é uma citação bíblica detalhada. (Habacuque 2:2)
• Quem cortou o cabelo de Sansão não foi Dalila, mas um homem. (Juízes 16: 19)
• O nome mais comprido e estranho de toda a bíblia é Maersalalhasbas - filho de Isaias. (Isaías 8:3-4)
• Você sabia que a palavra fé é encontrada apenas quatro vezes no Antigo Testamento? (Hc 2:4; Jz 9:16, 9:19; e 1Sm 21:5)
• Você sabia que a palavra "DEUS" aparece 2.658 vezes no V.T. e 1.170 vezes no N.T. num total de 3.828 vezes?
• Há na Bíblia 177 menções ao diabo em seus vários nomes.
• O maior versículo é no livro de Ester capítulo 8 versículo 9.
• O menor versículo é no livro de Êxodo capíluto 20 versículo 13.
• O versículo central da Bíblia é o Salmo cap: 118 ver:8, o qual divide a mesma ao meio.
• Os livros de Ester e Cantares de Salomão não possuem a palavra DEUS.
• A expressão "Assim diz o Senhor" e equivalentes encontram-se cerca de 3.800 vezes na Bíblia.
• A Vinda do Senhor é referida 1845 vezes na Bíblia, sendo 1.527 no Antigo Testamento e 318 no Novo Testamento.
• Sobre os Livros Bíblicos: O Velho Testamento foi escrito em Hebraico, enquanto que o Novo Testamento foi originalmente escrito em Grego. Nenhum dos 66 livros da Bíblia recebeu qualquer título na época em foram escritos. Os títulos vieram muitos anos depois que os mesmos já estavam circulando. 
• Sobre os Livros Bíblicos - II: Os livros de Filemom, II João, III João, Judas e Obadias possuem apenas 1 capítulo cada um. Já os livros das Lamentações, Jonas e Naum terminam com um ponto de interrogação. Os livros de Cantares, Ester e Salomão inexistem a palavra "Deus". 
• Sobre os Livros Bíblicos - III: Algumas passagem bíblicas destacam alguns problemas atuais como a conservação da natureza (Deuteronômio 20-19) e os problemas decorrentes do trânsito pesado e veloz, dos cruzamentos entre ruas e os faróis de carros (Naum 2:4). A Bíblia também relatava a invenção de máquinas muito antes da Revolução Industrial (II Crônicas 26:15). 

• Vale a pena ler de novo: Os Salmos 14 e 53 são idênticos entre si, sendo a única diferença entre eles é a forma em que as palavras foram distribuídas. No Salmo 14 as palavras foram divididas em 7 versículos, enquanto que no Salmo 53, em 6 versículos. 

• Ocorrência de algumas palavras na Bíblia: Na Bíblia, a palavra "imortal" é encontrada apenas 1 vez (I Timóteo 1-17), enquanto que "Cristão" está registrada somente em 3 ocasiões (Pedro 4:16 / Atos 11:26 / Atos 26:28). Já a frase "Não temais!" aparece 366 vezes ao longo da Bíblia. 

• Significado de algumas palavras na Bíblia: A palavra "Bíblia" vem do grego "Biblion", que significa simplesmente "livros". Já a palavra "Evangelho" significa "Boa Notícia". Entretanto, os textos bíblicos esta palavra adquire um outro significado, referindo-se à história de Jesus (suas obras, morte e ressurreição) (Mc. 1.1). Finalmente, a palavra "Apocalipse" vem do grego "apocalipto", que significa "tirar o véu" ou "revelação". 

• Relações Bíblicas Condenáveis: Na Bíblia existem citações curiosas de relacionamentos humanos. Podemos citar que Anrão, pai de Moisés casou-se com sua própria tia (Êxodo 6-20). Já Lameque foi o primeiro bígamo a ser citado na Bíblia, sendo Ada e Zilá o nome de suas esposas (Gênesis 4-19). Já Joquebede, mãe de Moisés, recebeu um salário para criar o próprio filho. (Êxodo 2-8,9,10). 
• Mulherengo a toda prova: Baraque, um dos comandantes do exército de Israel só iria à batalha se uma mulher fosse com ele (Juízes 4-4, 6, 8, 9). 
• O mais velho e o mais belo homem bíblicos: O homem que viveu por mais tempo na face da Terra foi, Matusalém, que morreu com 969 anos de idade! (Gênesis 5: 25-27). Já Absalão era o nome de um homem israelita celebrado por sua beleza (II Samuel 14-25). Dono de uma vasta cabeleira, ele cortava seus cabelos no fim de cada ano, pois os mesmos muito lhe pesavam (II Samuel 14-25,26). 
• Estatura de Golias: A estatura do gigante Golias, vencido por Davi, era de seis côvados e um palmo, o que equivale a quase três metros de altura! (I Samuel 17:4). 
• Sobre o Rei Salomão: Deus apareceu duas vezes ao rei Salomão (I Reis 11-9). Isto fez com que ele compusesse ao todo 1005 cânticos de louvor a Deus e escrevesse 3000 provérbios! (I Reis 4:32). 
• Sobre o Dilúvio: Segundo a Bíblia, o dilúvio não foi apenas uma grande chuva, mas foi a primeira chuva que veio sobre a terra. (Gn 2:6 ; 7:4). Por causa da imensa quantidade de água despejada sobre a Terra, Noé passou 382 dias na arca com a sua família e os animais durante o dilúvio.(Gênesis 7:9-11 / 8:13-19). 
• O poder da oração versus medicina tradicional: O Rei Ezequias teve sua vida aumentada por 15 anos pelo poder da oração (II Reis 20-1, 2, 3, 4, 5, 6). Em contrapartida, dizem que o Rei Asa morreu porque buscou mais aos médicos do que a Deus.(II Crônicas 16:12). 
• O primeiro aposentado: O primeiro aposentado que relata a Bíblia foi o Rei Joaquim. (Jeremias 52: 33 e 34). 
• Nome dos Discípulos de Jesus: Os nome dos 12 discípulos de Jesus são (em ordem alfabética): André, Bartolomeu, Filipe, João, Judas Iscariotes, Judas Tadeu, Mateus, Simão (o Zelote), Simão Pedro, Tiago (filho de Alfeu), Tiago (filho de Zebedeu) e Tomé, (Mateus 10-2, 3, 4). Pedro e João, os apóstolos que mais faziam milagres, eram incultos e totalmente analfabetos (Atos 4:13). Mesmo assim, conquistaram a admiração de muitos pela intrepidez e autoridade que exerciam, mesmo sendo iletrados. 
• Para todo mundo ler: Na cruz em que Jesus foi crucificado, escreveu-se "Jesus Nazareno, o Rei dos Judeus", em três idiomas diferentes: Hebraico, Latim e Grego. (João 19-19, 20). 
• Sobre Maria Madalena: Maria Madalena foi a 1ª pessoa para a qual Jesus apareceu após a sua ressurreição. (Marcos 16-9).
Depois nós postaremos mais curiosidades....