Páginas

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

PROVAS DE ABRAÃO

- Dentre os grandes expoentes da fé e exemplos de pessoas que se submeteram a Deus particularmente no AT destaca-se a pessoa de Abraão o pai dos Crentes (Rm 4.16) Suas fortalezas e fraquezas o fazem como nos. Eis ai as cinco provas de Abraão
I – PROVA DA OBEDIENCIA
- Bênçãos decorrentes da obediência
a) Feito pai da fé (2)
b) Alvo dos favores divinos (2)
c) Teria o nome engrandecido
d) Bênçãos a quem o abençoasse
e) Seria feito canal de bênçãos a outras nações
- O Problema da obediência parcial
a) Abraão saiu de Ur, como Deus havia dito, porem levou seu pai Terá e seu sobrinho Lo
b) Saindo de Ur, em vez de seguir direto para a terra que o Senhor lhe mostrara, Abraão passou por Harã. Sofreu muito com isto
c) Deus não falou com Abraão ali e isto foi um grande problema
- O aspecto pratico desta lição para nos hoje (Ef 1.15-22)
a) Deus abomina a nossa natural inclinação para barganharmos com Ele
b) Nada a não ser a plena satisfação dos pré-requisitos estabelecidos por Deus, pode salvar um relacionamento perfeito entre o homem e Ele
c) Se quisermos ter a aprovação divina, devemos procurar, pela fé agir segundo a chamada divina
d) Devemos agir segundo a luz que nos foi comunicada e então Deus nos dará mais luz
e) Devemos sempre lembrar que o Senhor nunca nos arrasta ao longo do caminho
- 4 aspectos positivos da obediência de Abraão
a) Abraão obedeceu à ordem divina de sai de Ur para a terra que o Senhor mesmo lhe havia prometido
b) Abraão edificou um altar ao Senhor e armou a sua tenda quando chegou a Canaã
c) O altar e a tenda dão-nos grandes traços do caráter de Abraão: Adorador de Deus e estrangeiro na terra
II – A PROVA DO DESPREENDIMENTO (Gn 13.7-8)
a) Abraão era um homem de paz (8)
b) Para Abraão era preferível ter Lo morando distante e ainda assim ama-lo, do que telo perto em litígio (9)
c) Abraão deu prova de ser um homem desprovido de egoísmo, quando escolhe onde morasse
d) Havendo permitido que Lo escolhesse as verdejantes Campinas do Jordão Abraão ficou de posse da terra de Canaã
e) Lo saiu de Ur dos Caldeus, mas caiu nas planícies de Sodoma. A chamada divina não havia tocado o seu coração nem a herança de Deus enchido sua visão. Porque Lo escolheu Sodoma um lugar prestes a ser julgado por Deus? Porque olhou para as aparências
f) Abraão não perdeu com o litígio com seu sobrinho Lo. Ele tinha a sua tenda
g) Lo podia escolher Sodoma, mas Abraão buscou e achou tudo em Deus
h) Você defenderia um homem como Lo? Abraão sim
III - A PROVA DA ADVERSIDADE (Gn 15.1-17)
a) Para Abraão era simplesmente inconcebível que um servo da sua casa viesse a ser seu herdeiro direito por falta de um filho dela nascido
b) Deus prometeu dar um filho a Abraão
c) Deus prometeu que ele teria uma prole difícil de ser contada
d) Abraão creu na promessa divina
e) Deus trabalha sobre a certeza e não sobre a duvida
f) Deus quer que lhe ofereçamos sacrifícios de louvor
g) Não importa se demora o fato é que devemos esperar o cumprimento da promessa
IV - A PROVA DO ROMPIMENTO DE LAÇOS AFETIVOS (Gn 21.912)
a) apesar de filho seu com Agar, Abraão amava grandemente a Ismael
b) A idéia de mandar Agar e Ismael embora era triste
c) A idéia de mandar Agar e Ismael embora alem de ser um desejo de sara era uma ordem divina
d) Note que o nascimento de Isaque não melhorou a natureza de Ismael
V - A PROVA DA SUBMISSAO PLENA A DEUS (Gn 22.1-8)
- Existem varias formas de provação – provação das mãos de satanás, provação devida às circunstancias porem o caráter mais elevado de provação e aquele que vem diretamente da mão de Deus. Ele Poe o ente querido na fornalha de fogo para provar a realidade da fé
a) Primeiramente Deus ordena que Abraão lance fora Agar e seu filho Ismael, por causa de Isaque para logo em seguida pedir seu filho Isaque em sacrifício. Como compreender isto?
b) Após três dias de viagem, Abraão e Isaque chegaram ao local que Deus mandara, onde Isaque seria oferecido em sacrifício. Porque uma distancia de três dias?
c) Deus às vezes nos leva passar por situações tão difíceis que a nossa única alternativa, é recorrermos a Ele, por não haver ninguém em que confiar
d) Por maior que fosse a dor que traspassava o coração de Abraão, ele encarou aquele ato como um ato de adoração a Deus (5)
e) Sacrificar um filho poderia parecer um ato de extraordinária dedicação mas não podemos esquecer de que deu valor a este ato, foi o fato simples de ser ato de obediência à ordem de Deus
f) Aquele que obedece a Deus não deve questionar a autoridade divina. Se dois anjos fossem enviados do céu, um para governar um império e outro para ser gari da capital daquele império com certeza eles não discutiriam quanto ao seu trabalho
g) Quem poderia pensar por em duvida a fé de Abraão? Tirai a fé, e Abraão aparecerá no monte Moriá como assassino e louco. Tomai a fé em conta e ele aparecerá como um adorador consagrado
h) Deus nos prova com um duplo propósito de nos levar a conhecermos a Ele mesmo
i) Abraão confiava na provisão divina
j) O simples gesto de obediência de Abraão é registrado na bíblia como se ele de fato houvesse sacrificado seu filho ao Senhor (Hb 11.17-19; Tg .2.21)
k) Deus nos deu o melhor. Podemos lhe oferecer o que temos de melhor?
l) Se não estamos dispostos a seguir a Deus ate as ultimas conseqüências, não nos atrevemos nem a sair de casa
m) Pela fé, tudo pela fé

Nenhum comentário:

Postar um comentário